quinta-feira , 18 julho 2024
Home / Geral / PELO ESTADO – ENTREVISTA: João Cobalchini, Prefeito interino de Florianópolis
Foto: Assessoria de Comunicação

PELO ESTADO – ENTREVISTA: João Cobalchini, Prefeito interino de Florianópolis

“Nossa prioridade é pensar a cidade e ajudar a resolver problemas históricos”

João Cobalchini, Prefeito interino de Florianópolis

 

Na última semana, o presidente da Câmara de Vereadores, João Cobalchini (União), foi empossado prefeito interino de Florianópolis após Topázio Neto se licenciar para representar a cidade em missão oficial na Coreia do Sul. No período à frente da prefeitura, Cobalchini deixa claro que pretende dar continuidade à gestão de Topázio e lançou um pacote com 15 ações que pretende realizar enquanto estiver à frente da prefeitura da Capital.

Em conversa com a Pelo Estado, Cobalchini deixou claro que nesses 12 dias será possível acompanhar ainda mais o trabalho do Executivo e mesmo que temporariamente trabalhar intensamente ações para melhorar a vida da população.

Advogado e filho do deputado federal Valdir Cobalchini (MDB), João está em seu primeiro mandato como vereador.

Confira:

 

 

Pelo Estado – Quais serão suas prioridades à frente da Prefeitura da Capital?

João Cobalchini – Nesses dias estamos dando andamento aos trabalhos já realizados pelo prefeito Topázio e mesmo que temporariamente estou trabalhando intensamente ações para melhorar a vida da população. Doze dias podem parecer pouco, porém de grande responsabilidade e temos 15 entregas para a cidade, dentre elas, a sanção do projeto que autoriza ligação de água e luz em ruas não oficiais do município, além da devolução de parte dos recursos do duodécimo da Câmara Municipal para zerar a fila de colonoscopia.

 

 

PE – Na sua opinião, quais os principais desafios que Florianópolis enfrenta hoje?

João Cobalchini – A questão do saneamento básico, infelizmente, nossa capital hoje conta com menos de 60% de cobertura de esgotamento sanitário, o que é inadmissível nos dias de hoje. A Câmara aprovou  recentemente o projeto pacto pelo saneamento, um grande passo na universalização do sistema, além  dos desafios e possíveis soluções para a regularização fundiária na cidade, garantindo o direito à moradia digna para todos.

 

 

PE – O senhor vai cumprir agenda em Brasília, em encontro com o Ministro dos Transportes Renan Filho. É possível adiantar o objetivo da conversa e o que será apresentado durante o encontro?

João Cobalchini – A gente sabe que vivemos o nosso pacto federativo que concentra o poder e o recurso na união. Quero sim falar sobre o transporte  marítimo, quero ver se o governo federal pode ser parceiro do município de Florianópolis, ainda nesta implementação do transporte marítimo , é impossível que nossa cidade com grande parte insular ainda não tenha um modal que seja voltado ao transporte marítimo. Então, estaremos lá e tenho certeza  que a gente vai trazer recursos  com os deputados e senadores , e com certeza voltaremos com boas novidades para Florianópolis.

 

 

PE – Foi divulgado que o senhor tem a intenção de lançar um pacote de leis durante a sua gestão. Quais são elas e como isto será feito?

 

João Cobalchini – Protocolamos na Câmara de Vereadores três projetos de lei que chamo de “Pacotaço de Desburocratização”, para simplificar o atendimento ao cidadão no serviço público. Por exemplo, documento que a prefeitura já tem acesso, não tem porque pedir no balcão de protocolo de processo. Então, estamos simplificando , basta que o cidadão com o seu documento, vá até o Pró-Cidadão que ele vai dar entrada em qualquer processo, sem precisar de cópia autenticada e toda aquela burocracia. Eu acho que outra inovação nesse pacotaço, é que agora o cidadão vai poder escolher a forma que vai ser notificado sobre o andamento do seu processo, pode ser via whatsapp, sms, ligação ou email.

 

 

PE – Como está hoje a relação da Prefeitura de Florianópolis e Câmara de Vereadores com o Governo do Estado?

João Cobalchini – Existe uma ótima parceria entre a prefeitura, câmara e o governo do estado. Após um processo eleitoral, nos gestores e representantes públicos temos que ser grandes e colocar de lado partidos e disputas, priorizando a nossa gente.

 

 

PE – Quais são os projetos para as próximas eleições? A mudança de partido está confirmada?

João Cobalchini – hoje nosso projeto é Florianópolis. Nossa prioridade é pensar a cidade e ajudar a resolver problemas históricos. Lá na frente vamos pensar um projeto político e a questão da filiação partidária.

 

PE – Que leitura o senhor faz da política catarinense atual?

João Cobalchini – o governador Jorginho Mello (PL) acabou de ser eleito, com grande percentual de votos. A expectativa é grande e estamos à disposição para ajudar naquilo que for necessário.

 

Produção e Edição: ADI/SC Jornalista Celina Sales
com colaboração de Cláudia Carpes.
Contato: peloestado@gmail.com

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Programa Mão Amiga chega próximo de 400 atendimentos

Na manhã desta quinta-feira foi realizada mais uma ação do Programa Mão Amiga: Resgate da ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.