domingo , 23 junho 2024
Home / Geral / Chapecó sanciona lei para adotar município do RS
Foto: Leandro Schmidt

Chapecó sanciona lei para adotar município do RS

Chapecó vai adotar um dos municípios atingidos pelas cheias no Rio Grande do Sul. Nesta segunda-feira o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, sancionou nesta segunda-feira a lei 8.703, que autoriza o Poder Executivo a realizar ações de auxílio a municípios brasileiros afetados por catástrofe natural, através de ajuda mútua.
“Com essa lei nós temos o amparo legal para realizarmos uma segunda etapa de ajuda aos atingidos pelas cheias no Rio Grande do Sul. Amanhã uma equipe da Defesa Civil vai ao estado vizinho para verificar qual município nós vamos adotar. Nós pretendemos levar cerca de 10 caminhões-caçamba, dois caminhões-pipa, quatro retroescavadeiras, duas escavadeiras hidráulica e rolo compactador, para ajudar na reconstrução das estradas e limpar ruas. Também pretendemos levar voluntários entre servidores municipais e também acionar voluntários das entidades para montar um exército que vai ajudar na limpeza das casas e prestar outros auxílios”, disse o prefeito, em reunião de secretariado, diretores e gerentes, realizada na manhã desta segunda-feira, no auditório da Prefeitura.
Chapecó já encaminhou aos atingidos pelas cheias mais de 800 toneladas de donativos, em 51 caminhões e carretas, além de oito aeronaves.
A Administração Municipal também decidiu manter o Centro de Eventos aberto, das 8h às 18h, para continuar recebendo as doações.

Créditos texto e imagem | Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

A terceira edição do Projeto “Fios de Amor” está acontecendo em três escolas da Rede Municipal

Na tarde de ontem (10), no Grupo de Mulheres da comunidade Vila Mantelli, ocorreu a ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.