sexta-feira , 23 fevereiro 2024
Home / Notícias / Centro do Imigrante finaliza 2,1 mil agendamentos para vinda da Embaixada do Haiti
Foto: Assessoria/PMC

Centro do Imigrante finaliza 2,1 mil agendamentos para vinda da Embaixada do Haiti

O Centro de Atendimento ao Imigrante, mantido pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Chapecó, concluiu nesta sexta-feira os agendamentos das 2,1 mil vagas disponibilizadas pela Embaixada do Haiti.

Foram atendidas 2,1 mil pessoas com solicitações para a renovação ou emissão do passaporte e emissão da cédula de identidade haitiana. Estes usuários vieram de 34 diferentes cidades e todos garantiram uma vaga para o atendimento da missão consular, previsto para acontecer de 21 de março a 2 de abril, na Universidade da Fronteira Sul (UFFS).

Nestas últimas duas sextas-feiras, o atendimento e divulgação realizados pelo CAI acontecem de maneira ordenada e efetiva. Destacamos o apoio dos nossos parceiros nesta grande força tarefa: UFFS, Polícia Federal, Associações dos Haitianos de Chapecó, Guarda Municipal, Polícia Militar e a Administração da Rodoviária.

A vinda da Embaixada é um grande marco para a comunidade Haitiana residente em Chapecó e Região, vinda consolidada através de articulações realizadas durante um longo período por parte da UFFS e CAI.

As cidades atendidas foram: Chapecó, Concórdia, Xaxim, Maravilha, Capinzal, Águas de Chapecó, Gravataí, Xanxerê, Nova Erechim, Jaraguá do Sul, Blumenau, Campos Novos, Catanduvas, Estação, Joaçaba, São Miguel do Oeste, Videira, Londrina, Herval do Oeste, Pinhalzinho, Guatambu, Abelardo Luz, Quilombo, Santo Antônio, Santo Ângelo, Erechim, Seara, Florianópolis, Rio do Sul, Coronel Vivida, Palmitos, Passo Fundo, Pato Branco e São Luiz Gonzaga.

 

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Chapecó tem sete CRAS que atendem 40 mil famílias cadastradas na Assistência Social

Serviços de Proteção e Atendimento Integral as Famílias – PAIF, Serviço de Convivência e Fortalecimento ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.