domingo , 25 fevereiro 2024
Home / Notícias / Programa SOS Bezerros intermediou doação de 270 animais no ano
Foto: PMC

Programa SOS Bezerros intermediou doação de 270 animais no ano

 

A Secretaria de Desenvolvimento Rural de Chapecó intermediou doação de 270 bezerros em 2021, dentro do Programa SOS Bezerros, segundo informação do diretor de Agricultura e responsável pela pasta, Jonas Bringuenti.

O objetivo do programa é evitar o sacrifício de bezerros recém-nascidos. O programa consiste em intermediar a doação destes animais, beneficiando produtores interessados em cria-los e obter renda extra para a família.

Atualmente a Secretaria de Desenvolvimento Rural tem cadastrado 45 produtores doadores de animais, e aproximadamente 200 famílias receptoras.

A partir do nascimento do animal, o produtor doador comunica a secretaria de desenvolvimento rural, um servidor da secretaria vai até a propriedade já com os brincos de identificação do animal e com o nome do produtor receptor definido, sendo que o receptor tem que ter cadastro na CIDASC (órgão de defesa sanitária animal).

Segundo Bringhenti, 90% destes animais são machos, já que para uma propriedade com a finalidade de produção de leite o nascimento de um bezerro macho é sinônimo de prejuízo, pelo alto custo de um animal que não é a finalidade da propriedade.

“Além de promover solidariedade entre os agricultores, o sacrifício destes animais gerava um passivo ambiental, já que muitos destes animais eram sacrificados e descartados no meio ambiente, contaminando os cursos de água” comentou Bringhenti. Desde que o programa foi criado em 2014, mais de 2,4 mil animais foram doados e 300 pequenos produtores foram beneficiados com o programa.

 

Fonte: PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Chapecó tem sete CRAS que atendem 40 mil famílias cadastradas na Assistência Social

Serviços de Proteção e Atendimento Integral as Famílias – PAIF, Serviço de Convivência e Fortalecimento ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.