sexta-feira , 19 julho 2024
Home / Destaque / Os novos secretários de Jorginho Mello
Foto - Ricardo Wolffenbüttel/ Secom

Os novos secretários de Jorginho Mello

Não se fala em outra coisa no meio político que não seja nos novos nomes anunciados por Jorginho Mello para o seu secretariado. Aliás, o anúncio não é nenhuma novidade, mas a confirmação de alguns é prova de que o governador já deu início aos trabalhos para a campanha eleitoral deste ano, já que muitos deles deixam o cargo para concorrer à prefeitura de algum município do Estado.

Ao todo, serão nove substituições em secretarias e órgãos. Entre as pastas estão Comunicação, Administração, Proteção e Defesa Civil, Segurança  Pública, Casa Civil, CIASC, SCPAR, CBMSC e IPREV.

A mudança mais polêmica foi a do atual deputado Estêner Soratto por Filipe Mello, para comandar a Casa Civil. É que apesar de ser capacitado para o cargo (até por já ter experiência em gestões anteriores), o fato dele ser filho de Jorginho poderá (certamente será) usado por seus adversários para atingir o governador. Não importa o quanto ele já tenha provado sua competência.

Além de Filipe Mello, os novos secretários de estado de Santa Catarina serão:

Secretaria de Estado da Comunicação – João Paulo Gomes Vieira

Secretaria de Estado da Administração – Vânio Boing

Secretário de Estado da Proteção e Defesa Civil – Coronel BM Fabiano de Souza

Secretaria de Estado da Segurança  Pública – Deputado Sargento Lima

Secretaria de Estado da Casa Civil – Filipe Mello

CIASC – Centro de Informática e Inovação de Santa Catarina – Moisés Diersmann

SCPAR – SC Parcerias S/A – Renato Dias Marques de Lacerda

CBMSC – Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina- Coronel BM Fabiano Bastos das Neves

IPREV – Instituto de Previdência de Santa Catarina – Mauro Luiz de Oliveira

A posse será feita em gabinete na sexta-feira, 5.
Um adendo: já se sabe também que até que as “janelas” se fechem, o troca-troca ainda não acabou.

 

Foto: Reprodução/redes sociais

Escolas Cívico-Militares

Nesta terça-feira, 2, por meio das redes sociais, o governador Jorginho Mello (PL) confirmou a manutenção e ampliação do modelo de escolas cívico-militares em Santa Catarina. O decreto já havia sido assinado no último mês, porém, agora, ao lado do secretário e secretária adjunta de Educação, Aristides Cimadon e Patricia Luders, ele reforçou o decreto, instituindo o Programa Estadual das Escolas Cívico-Militares, que visa manter as nove escolas estaduais já existentes neste modelo e expandir para outras unidades escolares.

Na prática, o Governo do Estado vai bancar o modelo criado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), e que foi extinto pelo atual presidente Lula (PT), em 10 cidades do estado e pretende criar mais uma em Herval d’Oeste, na região de origem de Jorginho. Esta unidade atende cerca de 480 alunos, desde o 6º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio.

Atualmente, as escolas cívico-militares de Santa Catarina acomodam mais de 5 mil alunos em municípios como Florianópolis, Lages, Tubarão, Criciúma, Palhoça, Biguaçu, Blumenau, São Miguel do Oeste e Chapecó.

 

Investimento BRDE

Por meio das leis de incentivo fiscal, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) contribuiu para dar continuidade aos trabalhos de projetos sociais. Em 2023, o banco fez um aporte de R$ 5,9 milhões, para apoiar cerca de 150 projetos nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, e Paraná, que beneficiarão públicos de todas as idades com ações de assistência social, educação, cultura, esporte e saúde.

Em Santa Catarina, foram ao todo 43 projetos aprovados com um montante de R$ 1,98 milhão.

Nos últimos cinco anos, o montante aplicado pelo BRDE na região Sul já ultrapassa a marca de R$ 22,8 milhões.

Do total de 150 projetos apoiados em 2023, 64 são da área de Cultura/Audiovisual; 26 de Fundos da Criança e do Adolescente; 31 são propostas para o Esporte; 17 de Fundos do Idoso; 12 de PRONON e PRONAS, ligados aos atendimentos em oncologia e pessoa com deficiência, respectivamente.

 

Assistência Social

A Secretaria de Estado da Assistência Social, Mulher e Família (SAS), por meio da Coordenadoria Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, divulgou o calendário para atendimento dos municípios sobre o novo edital do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que vai destinar R$ 10 milhões para cidades de Santa Catarina.  Entre os dias 15 e 18 de janeiro, técnicos e gestores poderão tirar dúvidas sobre documentação, execução, entre outras. Para ter acesso ao atendimento individual os municípios precisam fazer o agendamento de 4 a 17 de janeiro pelo WhatsApp (48) 98851-5778. O horário é das 8h às 17h.

 

Medidores inteligentes

Começou esta semana o processo de instalação de medidores inteligentes de energia para clientes de Florianópolis. No primeiro dia de operação, a Celesc substituiu 100 equipamentos antigos pelos novos. O projeto prevê que todas as unidades consumidoras da Capital terão medidores inteligentes instalados ao longo dos próximos três anos. Os equipamentos oferecem informação em tempo real e de forma remota sobre o fornecimento de energia e maior agilidade no religamento da luz. A troca serão feita por técnicos da Celesc de forma espontânea, sem a necessidade de solicitação por parte dos clientes e sem custos extras. Ao todo, o investimento com substituições será de R$ 116 milhões.

 

Produção e Edição: ADI/SC Jornalista Celina Sales
com colaboração de Cláudia Carpes.
Contato: peloestado@gmail.com

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Atentando a Trump desponta seu favoritismo

O tiro que acertou o Donald Trump no último final de semana, e que acabou ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.