sexta-feira , 19 julho 2024
Home / Chapecó / Lançado o Tele.Saúde Chapecó com o objetivo de reduzir filas
FOTO: Leandro Schmidt/PMC

Lançado o Tele.Saúde Chapecó com o objetivo de reduzir filas

A partir de setembro boa parte da população de Chapecó não vai mais precisar ir aos postos de Saúde para consultar ou tirar dúvidas. Isso graças ao programa Tele.Saúde Chapecó, que foi lançado nesta terça-feira, pela Prefeitura de Chapecó, no Centro de Saúde da Família do bairro Esplanada.
A telemedicina, também chamada de telessaúde, consulta online ou teleatendimento, consiste na oferta de serviços de saúde por meio de tecnologias de comunicação, envolvendo a transmissão segura de dados, em uma chamada de vídeo online entre paciente e médico e ou qualquer profissional da saúde.
De acordo com o secretário de Saúde de Chapecó, Jader Danielli, a consulta online começará a ser disponibilizada à população a partir de primeiro de setembro, sendo implantada de forma gradativa.
“Chapecó, que é reconhecida pelo Ministério da Saúde como uma das melhores cidades do país na Atenção Básica, ampliamos as equipes de Saúde da Família de 62 para 74 e agora saímos na frente com o serviço de telemedicina, que vai reduzir as filas nas unidades de saúde. Nesta primeira etapa vamos cadastrar 50 mil usuários, entre os que mais usam o serviço e, na etapa seguinte, chegar a 100 mil usuários”, disse Jader.
Os usuários com critérios epidemiológicos elegíveis para utilização neste primeiro momento, receberão no seu domicílio, através do Agente Comunitário de Saúde, o login e senha de acesso ao App, bem como as informações necessárias para utilização do sistema de teleatendimento.
No ato de lançamento foi realizada o cadastro e o atendimento por telemedicina do prefeito João Rodrigues e de duas moradoras do bairro Santa Maria que usuárias da unidade: a empresária Michele Meister Antunes, de 37 anos, e a servente Valdira Nascimento, de 53 anos.
“É muito interessante pois tenho duas filhas de três e sete anos e frequentemente uso a unidade de saúde. O atendimento on line vai permitir consultar de casa e isso vai desafogar a demanda presencial”, disse Michele.
“Para mim vai facilitar bastante pois às vezes não consigo ir no posto de saúde pelos horários de trabalho e eu tomo remédio controlado para a coluna. Agora vou poder fazer 100% de casa”, disse Valdira.
O prefeito João Rodrigues destacou que o acesso ao atendimento online estará disponível aos usuários durante 24h, sete dias por semana, incluindo sábados, domingos e feriados.
“As pessoas não vão mais precisar enfrentar frio, chuva ou calor para pegar ficha. Isso vai reduzir as filas. Vamos começar com o teleatendimento com clínico geral e posteriormente vamos avançar para consultas com especialistas. Este é o futuro e Chapecó já está no futuro”, disse Rodrigues.
Cabe ressaltar que o teleatendimento vem como um apoio às equipes de Estratégia de Saúde da Família, não substituindo, se necessário, o atendimento presencial.
Sempre que houver demanda relacionada à saúde, o usuário que não possui acesso ao serviço, deve procurar o Centro de Saúde de referência para acolhimento da sua equipe e esta, após avaliação, encaminhará para o atendimento que melhor atender às necessidades do usuário naquele momento, seja em atendimento presencial ou online através do Tele Saúde Chapecó.
Também estiveram no lançamento o presidente da Câmara de Vereadores, Fernando Cordeiro, que falou em nome do Legislativo, e o presidente do Conselho Municipal de Saúde, André Teloken.

Fonte: Assessoria PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Pelo Estado – Entrevista: Silvio Dreveck, Secretário de Indústria, Comércio e Serviços do Estado

“Santa Catarina é o Estado com a melhor segurança do Brasil, que investe em tecnologia, ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.