quarta-feira , 29 maio 2024
Home / Destaque / CEIM Criança é Esperança faz projeto para conhecer a cultura dos imigrantes
FOTOS: Diego de Bastiani/SEDUC

CEIM Criança é Esperança faz projeto para conhecer a cultura dos imigrantes

O CEIM Criança é Esperança, no bairro São Cristóvão, criou o Grupo de Estudos “Abraço Cultural”, formado por professores e comunidade escolar, para conhecer mais sobre a cultura das crianças imigrantes de nacionalidade haitiana e venezuelana. O grupo surgiu da necessidade de incluir, de fato, as diferentes culturas presentes no espaço educativo, bem como buscar formas de facilitar a compreensão e comunicação entre professores/famílias e crianças.
No encontro, que aconteceu no dia 27 de junho, foi realizada uma conversa com o representante da Central de Atendimento do Imigrante – CAI para esclarecimentos e socialização de experiências com o corpo docente e um representante de cada cultura. Foi organizado também um momento de degustação de alguns alimentos da cultura das crianças matriculadas no CEIM.
A Professora Flavia Moro Fernandes Santarém comentou que na turma em que atua “tem uma mescla de nacionalidades, aqueles que já falam a língua portuguesa nos ajudam com os menores que estão aprendendo a falar”. A gestora do CEIM, Claudete Ballerini, destaca que a equipe está buscando diferentes formas para contribuir com o aprendizado das crianças, entendendo melhor sua cultura e sua língua.
“Hoje, na Rede Municipal de Ensino, temos matriculados estudantes de diferentes nacionalidades. A interação entre elas e seus professores proporcionam essa troca cultural e de conhecimento de uma nova língua”, destacou a Secretária de Educação, Astrit Tozzo.
25 de junho – Dia do Imigrante

Esta data foi criada para homenagear essas pessoas, que deixam para trás amigos e família em busca de melhores condições de vida, além de colaborarem para o crescimento do país que se destinam.
Na Rede Municipal de Ensino de Chapecó, 25.351 alunos estão matriculados em turmas da educação infantil, ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos, desses, 1.670 são imigrantes do Chile, Argentina, Peru, Guiné Francesa, Colômbia, Bolívia, Paraguai, Guiana, Alemanha, Uruguai, Senegal, Siria, Bangladesh, República Dominicana, Equador, Espanha, Angola, Venezuela e Haíti, os dois últimos com maior montante matrículas.

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Inteligência Artificial é tema que encerra a “Jornada Meu Primeiro Emprego”

Para fechar com chave de ouro a “Jornada Meu Primeiro Emprego”, a Secretaria Municipal de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.