terça-feira , 23 abril 2024
Home / Notícias / Vigilância emite alerta de dengue para universidades e escolas
Foto: Assessoria/PMC

Vigilância emite alerta de dengue para universidades e escolas

A Vigilância em Saúde e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de Chapecó emitiram um alerta sobre ou aumento de casos de dengue, que será distribuído nas universidades, escolas e Centros de Educação Infantil de Chapecó.

“Temos muitos espaços que ficaram fechados durante as férias escolares e, por isso, alertamos para que sejam inspecionados os reservatórios, caixas de água, cisternas e outros espaços onde pode ter água parada, eliminando potenciais pontos de proliferação dos mosquitos Aedes aegypti”, disse a coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental, Karina Giachini.

No período de 02 a 29 de janeiro de 2022, foram notificados 796 casos de dengue em Santa Catarina. Desses, 17 foram confirmados e um óbito no município de Criciúma.

No município de Chapecó permanecemos com alta infestação pelo mosquito, fechamos 2021 com 1407 focos e 66 casos confirmados de dengue. E neste ano, início de ano já registramos 125 focos e dois casos confirmados de dengue.

O município de Chapecó tem uma grande circulação de pessoas, em virtude das indústrias, agroindústrias, comércio, faculdades, universidades e turismo. Considerando esses fatores, juntando com o período quente com chuvas ocasionais, e o não descarte correto de lixo pela população.

O mosquito Aedes aegypt, é transmissor de Dengue, Zika e Chikungunya. Porém a doença mais frequente e preocupante é a dengue, que é uma doença infecciosa febril causada por um arbovírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. É transmitida pela picada da fêmea do mosquito infectado.

No ano de 2021, o estado de Santa Catarina registrou 118 municípios com infestação do mosquito Aedes aegypti, o que representa um incremento de 11,3% em relação ao mesmo período de 2021, com quatro municípios em situação de epidemia, sendo eles: Camboriú, Navegantes, Santa Helena e Joinville. E registro de sete óbitos causados pela doença no estado.

MANTENHA OS CUIDADOS E ELIMINAÇÃO DE CRIADOUROS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI

• Eliminar ou manter os pratos de vasos de flores e plantas com areia;
• Inspecionar e manter as calhas limpas,
• Manter caixas d água e cisternas sempre tampadas e tratadas com cloro semanalmente;
• Inspecionar parques e brinquedos expostos a chuva para evitar acumulo de água,
• Inspecionar e eliminar do pátio todo e qualquer recipiente que possam acumular água e ser um criadouro do mosquito;
• Dar destino correto dos resíduos e inspecionar lixeiras que possam acumular água,

• ATENÇÃO!
• Professores e alunos fazer o uso de repelente diariamente.
• Procurar atendimento médico diante de sinais e sintomas.
• Não se automedicar.

Sinais e Sintomas
• Febre alta (39 a 40°C)
• Dor de cabeça
• Fraqueza
• Dores no corpo e nas articulações
• Dor retro orbitária / olhos
• Manchas pelo corpo (presentes em 50% dos casos)
• Perda do apetite
• Náuseas e vômitos

 

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Saúde do Trabalhador é tema de palestra em Chapecó

A Secretaria de Saúde de Chapecó e o CEREST Regional promovem no dia 23 de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.