quarta-feira , 29 maio 2024
Home / Notícias / Vereadores autorizam Prefeitura de Chapecó a repassar recursos para entidades sociais

Vereadores autorizam Prefeitura de Chapecó a repassar recursos para entidades sociais

Em sessão ordinária, os vereadores de Chapecó autorizaram, via Projeto de Lei (PL), que o Poder Executivo Municipal firme convênio e repasse recursos para algumas entidades da cidade, que promovem ações sociais. O PL foi aprovado por unanimidade e segue para sanção na Prefeitura de Chapecó.

Para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Chapecó (APAE), serão repassados R$ 136 mil. O Verde Vida Programa Oficina Educativa, a importância de R$ 200 mil. O Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick (CAPP), receberá R$ 35,4 mil. Foram destinados R$ 200 mil para o Programa Viver Ações Sociais. Já para a Associação de Deficientes Visuais do Oeste de Santa Catariana (ADEVOSC), o valor definido é de R$ 16,7 mil. A Fraternidade Cristã de Doentes e Deficientes (FCD), terá repasse de R$ 26,4 mil e a Associação de Surdos de Chapecó, receberá R$ 34,1 mil.

O Projeto de Lei ainda estabelece que o pagamento será efetuado conforme Plano de Trabalho de cada entidade beneficiada pelas parcerias com o poder público e os valores serão pagos de forma parcelada mensalmente, durante o ano de 2022.

O presidente da Câmara, João Marques Rosa (PSL), disse que o projeto de lei foi apreciado de forma muito especial pelos vereadores, já que beneficia importantes entidades que auxiliam no desenvolvimento e na manutenção do atendimento aos segmentos populacionais e que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Fonte: Câmara Municipal de Chapecó

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Prefeitura inicia obras de revitalização de diversas ruas

A Prefeitura de Chapecó, anunciou na segunda-feira (22) um investimento de cerca de R$ 10 ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.