quinta-feira , 18 julho 2024
Home / Saúde / Vacina bivalente para pessoas com comorbidades está disponível em Chapecó

Vacina bivalente para pessoas com comorbidades está disponível em Chapecó

A Secretaria de Saúde de Chapecó informa que a vacina bivalente contra a Covid-19, que protege contra novas cepas da doença, está disponível a partir desta semana para pessoas com comorbidades, acima de 12 anos.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Lilian Galão, basta ir na unidade de Saúde mais perto de casa. Mas para quem preferir agendar será disponibilizado agendamento no site da Prefeitura (www.chapecó.sc.gov.br).

Lembrando que, para receber a dose bivalente é necessário ter tomado ao menos duas doses da vacina monovalente (Pfizer, Coronavac, AstraZeneca, Janssen), com um intervalo mínimo de quatro meses.

Relação de comorbidades elencadas para vacinação com a vacina bivalente
– Diabetes mellitus
– Pneumopatias crônicas graves
– Hipertensão Arterial Resistente (HAR)
– Hipertensão arterial estágio 3
– Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo
– Insuficiência cardíaca (IC)
– Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar
– Cardiopatia hipertensiva
– Síndromes coronarianas
– Valvopatias
– Miocardiopatias e Pericardiopatias
– Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
– Arritmias cardíacas
– Cardiopatias congênita no adulto
– Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados
– Doenças neurológicas crônicas e distrofias musculares
– Doença renal crônica
– Hemoglobinopatias e disfunções esplênicas graves
– Obesidade mórbida
– Síndrome de Down e outras Síndromes genéticas
– Doença hepática crônica

A vacina bivalente também continua disponível para pessoas que integram outros grupos prioritários:

– abrigados e trabalhadores de instituições de longa permanência (ILPI)
– idosos com 60 anos ou mais
– pacientes imunocomprometidos
– pessoas com comorbidades
– população das comunidades indígenas e quilombolas
– gestantes e puérperas (mães até 45 dias após o parto)
– trabalhadores da saúde
– pessoas com deficiência permanente
– população privada de liberdade, adolescentes cumprindo medida socioeducativa e funcionários do sistema de privação de liberdade.

 

Fonte: Imprensa/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Vigilância em Saúde faz quatro mutirões contra a dengue na semana

A Vigilância em Saúde Ambiental da Prefeitura de Chapecó programou quatro mutirões de combate ao ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.