sexta-feira , 19 abril 2024
Home / Destaque / SCGÁS lança Chamada Pública para contratação de suprimento de Gás Natural para o Planalto Norte catarinense
Foto: Reprodução

SCGÁS lança Chamada Pública para contratação de suprimento de Gás Natural para o Planalto Norte catarinense

Objetivo será suprir a demanda da região; Propostas podem ser enviadas até dia 26 de maio
A SCGÁS publicou o Edital da Chamada Pública 001/22 para contratar Suprimento de Gás Natural para atender à rede estruturante que será instalada nos municípios de Canoinhas, Três Barras e Mafra, no Planalto Norte Catarinense.
A implantação da rede estruturante na região irá atender, principalmente, indústrias do segmento de papel e celulose, com investimentos de cerca de R$ 12 milhões. A previsão é iniciar as obras de implantação dos gasodutos ainda em 2022, com previsão de início de fornecimento de gás aos clientes no segundo semestre de 2023.

O edital pode ser acessado pelo link:

https://www.scgas.com.br/scgas/site/portal-de-suprimento-de-gas/redes-estruturantes.

As propostas devem ser enviadas até o dia 26/05/2022.

Rede Estruturante

A rede estruturante consiste em levar GNC (Gás Natural Comprimido) ou GNL (Gás Natural Liquefeito) por meio de caminhões para antecipar a oferta de gás natural ao mercado até a chegada da rede principal. A SCGÁS implantou, em 2020, o modelo em Lages, onde a rede local atende indústrias, postos de combustível e comércios da região.

No caso do Planalto Norte, destaca-se o avanço regulatório com resolução específica pela ARESC para viabilização do projeto, em especial a desvinculação de prazo para que a rede isolada alcance a rede principal de distribuição.

Fonte: Assessoria/SCGÁS

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

MUSEU ANTONIO SELISTRE DE CAMPOS (MASC) COMPLETA 46 ANOS

O Museu Antônio Selistre de Campos (MASC) completa neste dia 19 de abril, dia dos ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.