sexta-feira , 12 julho 2024
Home / Geral / Resgate da cidadania: cartórios emitem certidões de pessoas em situação de rua de forma instantânea
Divulgação

Resgate da cidadania: cartórios emitem certidões de pessoas em situação de rua de forma instantânea

Até sexta-feira, 12 de maio, os mais de 500 cartórios de Registro Civil de Santa Catarina darão prioridade à pesquisa de certidões originais de nascimento e casamento de pessoas em situação de rua e vulnerabilidade na Capital, com emissão instantânea de segundas vias. A iniciativa integra a campanha “Registre-se! – 1ª Semana Nacional do Registro Civil”, instituída pelo Conselho Nacional da Justiça (CNJ) e realizada de 8 a 12 de maio, com apoio e atuação de diversos órgãos e instituições.

De posse das certidões, os cidadãos poderão fazer emissão ou regularização do CPF, carteira de identidade e título de eleitor, por exemplo, além de ter acesso a benefícios do INSS e receber orientação jurídica. Todos os serviços estão sendo disponibilizados em tendas montadas no centro de Florianópolis, das 10h às 16h, nas ruas Padre Miguelinho (ao lado da Catedral de Florianópolis) e Anita Garibaldi (em frente à Câmara de Vereadores).

Neste local há um plantão de cartórios de Registro Civil de Florianópolis, que efetuam a busca de certidões junto às demais serventias do Estado e também em outras unidades do País. “Esses primeiros documentos é que vão assegurar aos cidadãos o acesso aos demais atendimentos prestados durante a ação, e os cartórios catarinenses darão prioridade à pesquisa. São documentos essenciais para acesso a programas sociais, serviços de saúde e educação, e para a formação de dados visando a formulação de políticas públicas, por exemplo”, destaca Liane Alves Rodrigues, presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen/SC), entidade que apoia a iniciativa junto com a Associação dos Notários e Registradores de Santa Catarina (Anoreg/SC).

“Com grande avanço em informatização e sistemas, Santa Catarina foi o primeiro Estado a aderir à Central de Registro Civil nacional, pela qual é possível localizar e emitir com agilidade certidões de cidadãos nascidos ou casados em qualquer localidade do País”, complementa o presidente da Anoreg/SC, Otávio Margarida. Inicialmente a ação do CNJ, que será anual, é voltada às pessoas em situação de rua devido ao grande crescimento desta população: o aumento foi de 38% entre 2019 e 2022, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Nas próximas edições deve ser estendida também a imigrantes, indígenas e quilombolas em vulnerabilidade social.

No Estado a campanha é conduzida pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) e Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com participação e apoio de vários órgãos públicos e instituições, como OAB/SC, Defensoria Pública, Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Ministério Público, Receita Federal, Prefeitura Municipal, Universidade do Estado de Santa Catarina, dentre outros.

Fonte: SC Portais

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Nova rotatória na esquina das ruas Pará e Borges de Medeiros

A Diretoria de Segurança Pública da Prefeitura de Chapecó implementou uma rotatória provisória na interseção ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.