domingo , 25 fevereiro 2024
Home / Destaque / Prefeitura de Chapecó rejeita índice de reajuste do transporte coletivo proposto pela concessionária
Foto: PMC

Prefeitura de Chapecó rejeita índice de reajuste do transporte coletivo proposto pela concessionária

 

A partir deste domingo, 21 de agosto, a tarifa do transporte coletivo de Chapecó será de R$ 4,40, sendo que para estudante será R$ 2,20. Mesmo com reajuste Chapecó segue com uma das tarifas mais baratas de Santa Catarina.

A Concessionária Auto Viação Chapecó havia solicitado aumento da tarifa para R$ 5,52, com base em previsão do contrato de concessão, que prevê a obrigatoriedade de reajuste anual do serviço, para manter a viabilidade de funcionamento do sistema.

Diante dos argumentos e cálculos apresentados pela empresa, a Administração Municipal reconheceu o impacto das variações de custos dos insumos sobre o valor da tarifa, em especial os sucessivos aumentos dos combustíveis, pneus e peças. No entanto, também foi considerada a necessidade de manter os preços em níveis acessíveis aos usuários do serviço, visto ser este um fator determinante para que os cidadãos em geral prefiram o transporte coletivo aos meios individuais de deslocamento.

Por esta razão, foi fixado o novo valor da tarifa em R$ 4,40 para os passageiros convencionais, e em R$ 2,20 para os estudantes.

Mesmo com o reajuste concedido, a tarifa praticada em Chapecó continua sendo uma das menores do Estado.

Confira os valores praticados em outras cidades de SC:
Florianópolis: R$ 5,10
Joinville: R$ 5,00
Blumenau: R$ 5,50
Criciúma: R$ 4,45
Concórdia: R$ 5,00
São Bento do Sul: R$ 6,50

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Motos terão espaço prioritário em semáforo da avenida Getúlio Vargas com a São Pedro

A Diretoria de Segurança Pública da Prefeitura de Chapecó informa a todos os cidadãos que ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.