quarta-feira , 19 junho 2024
Home / Notícias / Prefeitura de Chapecó fará contrato emergencial para empresa de estacionamento
FOTO: Leandro Schmidt/PMC

Prefeitura de Chapecó fará contrato emergencial para empresa de estacionamento

 

Comerciantes e integrantes das diretorias da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom) estiveram na tarde desta quarta-feira, na sala de reuniões da Prefeitura, com o prefeito João Rodrigues e o secretário de Governo, Thiago Felipe Etges, solicitando uma solução para o estacionamento rotativo de Chapecó.

O diretor do SPC/CDL Chapecó, Edson Demétrio Piana, entregou um documento solicitando uma medida emergencial, pois há queda de faturamento pela falta de vagas no Centro.

O prefeito destacou que a não renovação de contrato com a empresa que prestava serviço ocorreu devido ao alto número de reclamações. Mas, diante da demanda a apresentada e da demora no processo de escolha de uma nova empresa, devido aos processos legais, avaliou juridicamente a possibilidade de um contrato emergencial, que será assinado nos próximos dias.

“Vamos fazer um contrato emergencial e, dentro de 30 dias uma nova empresa deve operar o estacionamento rotativo, por um período temporário, até que seja finalizado o processo de escolha do novo serviço, para que o comércio não tenha prejuízo” disse o prefeito.

Enquanto isso seis empresas estão habilitadas a apresentarem propostas, até o dia 27 de setembro. Posteriormente deve ser lançado o edital de licitação, que irá definir a vencedora. A intenção da Administração Municipal é ampliar e modernizar o sistema.

O presidente do Sicom, Ernani Zottis, disse que na semana passada já havia estado na Prefeitura, solicitando uma ação emergencial, e parabenizou o prefeito pela iniciativa em encontrar uma solução.

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Prefeitura inicia obras de revitalização de diversas ruas

A Prefeitura de Chapecó, anunciou na segunda-feira (22) um investimento de cerca de R$ 10 ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.