sexta-feira , 12 julho 2024
Home / Notícias / Prefeito de Chapecó cria comissão para reforçar vistoria de prédios
FOTO: Leandro Schmidt/PMC

Prefeito de Chapecó cria comissão para reforçar vistoria de prédios

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues, assinou na manhã desta quarta-feira a portaria 13.083, que será publicada ainda hoje, instituindo a Comissão de Acompanhamento e Fiscalização das Obras Privadas em Execução.

“O poder público municipal vai reforçar a fiscalização, chamando representantes das empresas, trabalhadores, Bombeiros e Defesa Civil, para fazer uma vistoria nos prédios. Não é uma caça às bruxas mas algo precisa ser feito para aumentar a segurança, pois infelizmente tivermos um óbito no temporal de segunda-feira, que foi uma fatalidade mas precisamos fazer algo a mais”, disse o prefeito.

Na manhã desta quarta-feira, na Sala de Reuniões, a criação da comissão foi discutida com a presença do Prefeito, do Secretário de Governo, Thiago Felipe Etges, do secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Valmor Scolari, da equipe do Departamento de Engenharia e Fiscalização de Obras da Prefeitura, representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção e Mobiliário de Chapecó (SITICOM) e do Sindicato da Indústria da Construção e Artefatos de Concreto Armado do Oeste (SINDUSCON).

Cada órgão ou sindicato vai nomear um representante e as reuniões iniciam amanhã. O secretário e presidente da comissão, Valmor Scolari, disse que a ideia é fazer uma vistoria técnica nos prédios mais altos verificando as telas de proteção, bandejas, tapumes e outros aspectos de segurança para vizinhos e pedestres que circulam no entorno das obras.

“Essas obras já são fiscalizadas pelos órgãos responsáveis, por demanda ou em serviços de rotina. Mas temos uma grande demanda na construção civil de Chapecó, com dezenas de prédios e construção e, com a criação da comissão, vamos fortalecer o trabalho envolvendo mais pessoas que vão auxiliar nas vistorias. Representantes das empresas e construtoras vão acompanhar os trabalhos e, em caso de sugestões de adequações que não são graves, será dado um prazo”, disse Scolari.

Já em casos graves poderá ocorrer o embargo até a adequação, como no caso do prédio de onde caiu parte da parede durante o temporal de segunda-feira, causando um óbito e ferindo dez pessoas que estavam numa casa vizinha.

 

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Prefeitura faz homenagem para mais de mil mulheres no Centro de Eventos de Chapecó

Mais de mil pessoas participaram da homenagem da Prefeitura de Chapecó, realizada nesta quinta-feira, no ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.