sexta-feira , 23 fevereiro 2024
Home / Geral / Piscicultores devem regularizar licenciamento ambiental até final de 2023
Foto: PMC

Piscicultores devem regularizar licenciamento ambiental até final de 2023

 

Os piscicultores que construíram seus açudes em áreas de preservação permanente antes de 2008, ainda podem conseguir licenciamento e evitar pagamento de multas. Um termo da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, publicado em 10 de novembro de 2021, deu um prazo de dois anos para adequação dos piscicultores.

Este foi um dos temas tratados em reunião do prefeito João Rodrigues com o secretário de Desenvolvimento Rural de Chapecó, Mauro Zandavalli, e o pesquisador do Centro de Aquicultura e Pesca da Epagri, Fabiano Müller Silva. O encontro foi na manhã desta quinta-feira, na Prefeitura.

O secretário Mauro Zandavalli destacou que os produtores aproveitem essa “janela” para regularizarem sua situação, evitando multas. Para isso terão que buscar um profissional da área para encaminhar a documentação junto aos órgãos ambientais. Dúvidas podem ser esclarecidas na Epagri ou na Secretaria de Desenvolvimento Rural, que fica junto ao Mercado Público.

Na tarde desta quinta-feira haverá um encontro da cadeia produtiva da piscicultura, reunindo técnicos, produtores, proprietários de frigoríficos, pesquisadores e órgãos ambientais. O encontro será no CEPAF/Epagri. O objetivo é levantar informações e demandas para subsidiar o Planejamento Estratégico da Piscicultura do Estado para os próximos dez anos. Também serão escolhidos cinco representantes para participarem de oficinas que definirão estratégias e ações do setor.

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

CREAS de Chapecó realizaram mais de 22 mil atendimentos em 2023

Chapecó conta com a estrutura e atendimento de equipes especializadas em 02 CREAS – Centro ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.