sexta-feira , 19 abril 2024
Home / Destaque / Palestra sobre neuromarketing
Imagem: Assessoria/PMC

Palestra sobre neuromarketing

Palestra sobre neuromarketing reforça importância de priorizar os relacionamentos com os clientes

Marketing, neurociência, biologia, antropologia, psicologia e sociologia formam uma simbiose que ajuda na compreensão do comportamento humano em seu cotidiano. “Como seres biológicos, nossa essência é carregada por instintos, emoções e racionalidades. Isso reforça que nossas relações são com pessoas que têm reações, decisões, impulsos, desejos e motivações”, explicou o educador, facilitador e mentor Daniel Keller, nesta semana, durante a palestra “Neuromarketing e comportamento do consumidor, na Sala Multiuso no 2º andar do Edifício Et. Renovável, em Chapecó. O evento foi uma realização da Administração Municipal, do Simplifica Chapecó e do Sebrae/SC, por meio do Programa Cidade Empreendedora. Participaram mais de 80 empreendedores de micro e pequenos negócios.

Keller explicou sobre o funcionamento do cérebro, com olhar no “submundo” do comportamento humano e sua origem e apresentou exemplos de dissonância cognitiva quando o indivíduo compra algo do que não precisa ou de que não gostou. “O comportamento é a camada mais visível e superficial, contudo, os empresários não podem correr o risco de tomar decisões para o cliente a partir de suas vivências. O desafio é ser curioso e se perguntar o que o público-alvo espera ou deseja do produto ou serviço oferecido”, expôs.

O modelo cerebral é dividido em três partes: primitivo (responsável por funções automáticas como frequência cardíaca e respiração); límbico (remete as emoções, é rápido, automático e impulsivo) e neocórtex (que racionaliza, é devagar, analítico, consciente e cognitivo). “Dizemos que o primitivo e o límbico são nosso piloto automático, responsável por decisões simples e rápidas. Estudos revelam que de 5% a 15% de nossas decisões diárias são tomadas de maneira consciente, ou seja, 85% do tempo tomamos decisões de maneira influenciada”, argumentou.

Imagem: Assessoria/PMC

Keller comentou que o ser humano decide irracionalmente, mas justifica de maneira racional; é movido por aceitação social (reprodução) e instintos de sobrevivência e busca constantemente maximizar o prazer e reduzir as chances de dor emocional ou frustrações. O educador utilizou essas contextualizações para reforçar que as marcas, as pessoas e as experiências geram uma conexão neural. “Nosso cérebro gosta de benefícios de curto prazo, ele é imediatista. Por isso, a orientação é que as empresas invistam em estratégias simples, práticas, que estejam embaladas em histórias, representem uma moeda social e proporcionem atalhos mentais e vínculos emocionais”, ressaltou.

Simplifica Chapecó

A gestora regional do Programa Cidade Empreendedora no oeste, Gabriela da Costa Heming, enalteceu que o Sebrae/SC e a Administração Municipal de Chapecó possuem uma parceria de longa data que vem se fortalecendo com a execução do programa, que busca fomentar o empreendedorismo, auxiliar no fortalecimento das pequenas empresas locais e criar um ambiente favorável aos negócios. “O Sebrae/SC está à disposição para auxiliar os empreendedores que desejam desenvolver ou impulsionar sua atividade econômica”, destacou.

O secretário de Fazenda e Administração, Moacir Rohr, agradeceu por todas as soluções desenvolvidas no município pelo Programa Cidade Empreendedora e reforçou as potencialidades de Chapecó. “Atualmente, temos mais de 42 mil empresas constituídas, com aproximadamente 20 mil microempreendedores individuais (MEIs). Esses são números importantes que contribuem para o desenvolvimento local”, afirmou.

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

MUSEU ANTONIO SELISTRE DE CAMPOS (MASC) COMPLETA 46 ANOS

O Museu Antônio Selistre de Campos (MASC) completa neste dia 19 de abril, dia dos ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.