domingo , 23 junho 2024
Home / Destaque / Já em Goiânia, Gilson Kleina prepara equipe para partida contra o Vila Nova
Foto: Tiago Meneghini/ACF

Já em Goiânia, Gilson Kleina prepara equipe para partida contra o Vila Nova

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (18), o técnico da Chapecoense, Gilson Kleina, projetou a oitava rodada da Série B, contra o Vila Nova. Em Goiânia desde ontem à noite, a Chapecoense realiza o último treinamento de preparação para a partida hoje, no Complexo da Serrinha.

De acordo com o treinador, os treinamentos realizados no fim de semana ajudaram na definição da equipe para o próximo confronto. “Essa observação fez com que tivéssemos uma clareza melhor. Eu entendo que (…) alguns atletas estão crescendo, o que permite que a gente aproveite esse melhor momento deles para que a Chapecoense volte a reagir no Campeonato Brasileiro”.

Além de conceder maior minutagem para alguns atletas, Kleina exaltou a volta de Tiago Real e Marcelo Freitas do Departamento Médico. “Trabalhamos muito com eles, ambos estão voltando de lesão, mas são jogadores importantes”, afirmou.

Conforme Gilson, mesmo que a Chape não marque gols há três partidas, as situações de criação estão acontecendo. “Fazendo uma análise desse último jogo contra o Sport, nós tivemos várias ações pelo lado do campo mas não aproveitamos o melhor posicionamento, por isso nessa semana nós potencializamos o ciclo de trabalho para que a gente pudesse posicionar um pouco melhor os atacantes nos cruzamentos. Espero que dentro do jogo esse trabalho possa surtir efeito”.

Na coletiva, o treinador também destacou a competitividade do campeonato e reiterou a vontade de manter o retrospecto da equipe em jogos fora de casa. “É um campeonato que está muito equilibrado, com pontuações muito próximas. Por mais que nós temos nove pontos e estamos na décima colocação, duas equipes que estão na zona de rebaixamento tem sete pontos, por isso sabemos da importância de pontuar”, salientou.

Perguntado se os adversários mais difíceis da competição passaram, Gilson disse que a avaliação precisa acontecer jogo a jogo e que a equipe precisa manter a concentração e a competência ao longo de todo o campeonato. “Eu chamei esse primeiro ciclo de jogos nossos como “vendaval”, mas não podemos afirmar que as demais partidas serão fáceis ou algo do tipo”.

Ainda de acordo com Gilson Kleina, a estratégia para o duelo contra o Vila Nova passa por manter o equilíbrio e ser uma equipe agressiva com e sem a bola. “Nosso próximo jogo será de imposição, de primeira e segunda bola. Tem alguns fatores que chamam atenção no Vila Nova, como uns três ou quatro atletas que tem mais de um metro de 90, portanto eles usam muito o jogo aéreo. Vamos tentar neutralizar isso e colocar o nosso jogo em prática”.

Vila Nova e Chapecoense se enfrentam nesta quinta-feira (19), às 19h, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. No momento a Chape ocupa a 10ª posição na tabela, com nove pontos.

Fonte: João Vítor Heemann/Assessoria Chapecoense

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Equipes chapecoenses participam da Microrregional do JASC em Cunha Porã

A cidade de Cunha Porã será sede da fase Microrregional dos Jogos Abertos de Santa ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.