sexta-feira , 19 abril 2024
Home / Cultura / Fundação Cultural de Chapecó promove consulta pública sobre a Lei Paulo Gustavo

Fundação Cultural de Chapecó promove consulta pública sobre a Lei Paulo Gustavo

 

Imagem: PMC

A Fundação Cultural de Chapecó promoverá consulta pública para que a sociedade civil possa apresentar sugestões para a implantação da Lei Paulo Gustavo no município. Esse mecanismo injetará mais de R$1.7mi de reais no Fundo Municipal de Cultura, que deverão ser usados para financiar ações de produção, difusão, pesquisa e formação em cultura, especialmente na área do audiovisual.

Na próxima quinta-feira – 4 de agosto, no Auditório da Prefeitura Municipal, às 19h – será realizado um bate-papo com apresentação dos principais pontos da Lei, levantamento de possibilidades de financiamento e sanção de dúvidas. A partir disso, será disponibilizado um formulário para que artistas, produtores, espaços culturais e sociedade civil em geral encaminhe sugestões para a implantação da Lei Paulo Gustavo em Chapecó. Após esquematização das sugestões pela Fundação Cultural, será realizada uma Audiência Pública para a pactuação final sobre os mecanismos de financiamento que serão lançados no município.

Portanto, a Fundação Cultural de Chapecó convida artistas, produtores e produtoras, empresas e espaços culturais, sociedade civil em geral, bem como demais entes interessados em participar da elaboração e implementação da Lei Paulo Gustavo em Chapecó para participar desse primeiro momento no dia 4 de agosto, às 19h, no Auditório da Prefeitura de Chapecó, que está localizado na Av. Getúlio Vargas – 957S.

Lei Paulo Gustavo

A Lei Paulo Gustavo é um apoio essencial para a cultura e os artistas informais superarem os efeitos de dois anos de pandemia. A Lei injetará R$3.8 bilhões do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para o fomento e apoio das expressões culturais e manifestações artísticas. Recursos para os artistas e fazedores de cultura, beneficiando todas as áreas culturais e linguagens artísticas. O recurso da Lei é do próprio setor cultural, reinvestido valores do FNC e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Escolas do Campo de Chapecó receberão intervenções da BiblioBike

A BiblioBike surgiu em 2016 com o propósito de levar o encanto pela leitura e ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.