domingo , 25 fevereiro 2024
Home / Notícias / ESTUDANTES DE CHAPECÓ TRABALHAM SOBRE O TROPEIRISMO POR MEIO DA POESIA
Fotos: Diego de Bastiani/SEDUC

ESTUDANTES DE CHAPECÓ TRABALHAM SOBRE O TROPEIRISMO POR MEIO DA POESIA

 

Os estudantes do 5º ano da EBM Profª Zélia Roque de Lima Munzi, orientados pela professora Aline Padilha dos Santos Benedet, realizaram um amplo estudo sobre o Tropeirismo nos componentes curriculares de história, geografia e língua portuguesa. Por meio da poesia, explorou-se a vida e os costumes dos Tropeiros que por onde passavam eram caracterizados como festeiros, tocadores de viola e sanfona.

E, na manhã desta quinta-feira, 23, ocorreu a culminância das atividades, na qual a  turma visitou o Recanto da Poesia Crioula, que é administrado pelo Sr. Valdir Borille o qual falou aos estudantes sobre o tropeirismo e tradição gaúcha. O momento contou com um Sarau de Poesias e com um delicioso Feijão Tropeiro.

“Nós trabalhamos toda a parte desse gênero textual, o que é uma poesia, as características, pontuação e eu trouxe diversos tipos de poesias para as crianças e elas escolheram algumas poesias.

A partir disso, começamos a trabalhar a expressão facial, expressão corporal, tonalidade da voz, isso facilitou muito o aprendizado deles, através da rima e da emoção, foi superando várias dificuldades de aprendizagem. Assim, pensamos no recital e trazemos o tropeirismo junto, para agora darmos continuidade na questão da colonização do município de Chapecó”, explicou a professora, Aline.

“Explorar a nossa história e nossa origem fortalece nossa identidade enquanto cidadão chapecoense. Além disso, explorar outros espaços, indo além da sala de aula, estimula os alunos e a aprendizagem, com certeza foi uma experiência que agregou muito na formação dos educandos”, afirmou a secretária de educação, Astrit Tozzo.

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Chapecó tem sete CRAS que atendem 40 mil famílias cadastradas na Assistência Social

Serviços de Proteção e Atendimento Integral as Famílias – PAIF, Serviço de Convivência e Fortalecimento ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.