segunda-feira , 15 abril 2024
Home / Cultura / Escola de Artes de Chapecó retoma atividades com fachada renovada
Fachada Escola de Artes (Fotos: PMC)

Escola de Artes de Chapecó retoma atividades com fachada renovada

Detalhe personagem do artista Digo Cardoso

A Escola de Artes de Chapecó reiniciou as atividades letivas do ano de 2022. Para melhor acolher estudantes e professores, o espaço passou por uma renovação em sua fachada, com pintura e produção de um mural que conta parte da história da Escola. O trabalho foi desenvolvido pelos professores de artes visuais juntamente com o artista Digo Cardoso.

Sidimar Geremia, professor que coordenou a elaboração, explica que o objetivo era resgatar momentos da história da Escola e compô-los com as artes ensinadas, além de englobar tudo com outras iniciativas desenvolvidas pelo espaço.

“A parte realizada pelo Digo traz o ano de fundação da Escola (1979). Seguindo o mural, temos a representação da cerimônia de inauguração e, a partir disso, todas as linguagens artísticas que são ensinadas, principalmente os primeiros cursos, que foram: violão, balé e desenho”.

Geremia destaca que as cores utilizadas foram as primárias, base para todas as outras. Na composição foram utilizados elementos das histórias em quadrinhos, como os balões de fala, que remetem à Gibiteca Sidimar Geremia, uma das atividades desenvolvidas pela Escola, e que possui um dos maiores acervos de gibis (histórias em quadrinhos) de Santa Catarina. As técnicas utilizadas foram spray, pintura mural com rolo e pincel, além de estêncil.

Digo Cardoso, o artista convidado para participar da produção junto com os professores, conta que no local já existia uma pintura sua, por isso foi chamado para compor o novo mural. “A direção da Escola me procurou para explicar que, devido à pintura, teria que ser apagada a arte que lá estava, e prontamente topei participar da nova elaboração”.

Cardoso explica que a transitoriedade é uma característica da arte de rua, em que as produções são efêmeras, se degradam e desaparecem com o tempo. “Uma hora aparece num lugar, depois some e aparece em outro. Acho isso uma das poesias da arte urbana, essa ideia de ‘quem viu, viu’. Aguça a percepção das pessoas, gera curiosidade”, completou.

Segundo ele, sua parte no mural foi desenvolvida a partir de elementos já presentes no seu estilo. “É um personagem já estabelecido no meu trabalho, busquei fazê-lo com referências à arte urbana, ele usa a técnica do spray com extintor, que considero bem impactante”.

A Escola de Artes de Chapecó está localizada na Av. Nereu Ramos – 729, Centro de Chapecó. Informações sobre matrículas remanescentes serão disponibilizadas no site https://www.escoladeartesdechapeco.com.br/ a partir de quarta-feira (09). Outras dúvidas através do telefone (49) 3322-3690.

 

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Dia D de vacinação em Chapecó

No sábado, 13 de abril, será Dia D da Campanha de Multivacinação nas 26 unidades ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.