domingo , 25 fevereiro 2024
Home / Geral / Equipe do programa Trato pelo São José inicia vistorias em Chapecó

Equipe do programa Trato pelo São José inicia vistorias em Chapecó

O Programa ambiental da CASAN vai fornecer assessoria técnica gratuita para os moradores de Chapecó, visando mitigar a poluição causada por ligações irregulares na rede de esgoto.

 

Nesta sexta, 19 de agosto, a equipe TRATO PELO SÃO JOSÉ vai realizar, a partir das 9h, panfletagem no bairro Engenho Braun, em frente à Escola Básica Jacob Gisi, na rua Ernesto Balista, 193. A ação marca o início do programa ambiental da CASAN, que associa fiscalização, assessoria técnica gratuita e educação ambiental em Chapecó.

 

Com execução pela empresa JPR Ambiental, o TRATO PELO SÃO JOSÉ vai permitir que durante os próximos 12 meses uma equipe formada por técnicos e auxiliares de campo realize vistorias em imóveis situados na bacia hidrográfica do Lajeado São José para identificar ligações clandestinas e problemas nas conexões com a rede pública de esgoto. Os trabalhos serão desenvolvidos nos bairros Alvorada, Cristo Rei, Bela Vista, Engenho Braun, Jardins e São Cristóvão –

 

Em duplas, os profissionais vão testar, por meio de corantes não poluentes, as instalações hidráulicas de banheiros, cozinhas, áreas de serviço e pontos de lançamento da água da chuva, verificando se estão de acordo com as normas de saneamento.

 

Caso seja detectada alguma irregularidade, o dono do imóvel será orientado pela equipe e receberá prazo de 60 dias para executar as mudanças necessárias. Depois de realizadas as adequações, a equipe retorna para certificar o imóvel.  Quem quiser realizar a vistoria e atestar que o imóvel está regular pode agendar pelo whatsapp (49) 9.8886-4551.

 

O programa também prevê um mapeamento e diagnóstico da situação de áreas não atendidas pela rede de esgoto pública, servindo como uma técnica de apoio para futuras expansões do Sistema de Esgotamento Sanitário de Chapecó.

 

 

“Assim, buscamos orientar a destinação de recursos para maximizar o benefício ambiental na implantação das etapas posteriores do sistema”, destaca a bióloga da CASAN Karling Fernanda Schuster.

 

O engenheiro ambiental, responsável técnico pelo programa e sócio e da JPR Ambiental, Paulo Gabriel Caleffi, complementa que atualmente uma das maiores fontes de poluição hídrica no Brasil são as ligações irregulares de esgoto, e que ao melhorar a situação do Lajeado São José, que é uma fonte de abastecimento em Chapecó, consequentemente todos os moradores serão beneficiados pela melhora na qualidade de vida.

 

DSC_1809 (1).jpg

 

 

FOTO: Tarla Wolski

 

 

“O saneamento básico é responsabilidade de todos. Vamos atuar em diversas frentes, desde a vistoria até a educação ambiental, para trazer mais saúde e bem-estar para a população”, explica.

 

SOBRE O TRATO PELO SÃO JOSÉ:

 

A partir de uma abordagem que mescla vistorias e ações educativas, os Tratos pelo Saneamento são programas realizados pela CASAN para combater a poluição causada pelo esgoto irregular.

 

O objetivo é regularizar o saneamento básico e contribuir para a melhoria ambiental com ações de diagnóstico, fiscalização, diálogo e conscientização da comunidade.

 

Além do Trato pelo São José, em Chapecó, a CASAN desenvolve outros quatro projetos similares: Trato pelo Capivari e Trato pela Lagoa, em Florianópolis; Trato pelo Araújo, em São José, e Trato por Laguna, no Sul do estado.

 

 

Sobre Juliana Schneider

Veja Também

CREAS de Chapecó realizaram mais de 22 mil atendimentos em 2023

Chapecó conta com a estrutura e atendimento de equipes especializadas em 02 CREAS – Centro ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.