quarta-feira , 7 dezembro 2022
Home / Destaque / Criptomoeda de Round 6 valoriza mais de 20.000% em menos de uma semana
Foto: reprodução

Criptomoeda de Round 6 valoriza mais de 20.000% em menos de uma semana

Round 6 inspirou até moeda, a criptomoeda do jogo foi criada para os games online que simulam os minigames. Assim como a série, o dinheiro bombou, teve uma super valorização na primeira semana em que foi lançado. O SQUID que começou valendo algo em torno de um centavo na terça-feira estava valendo cerca de US$ 5,60 na sexta. Até o momento, a criptomoeda já teve uma valorização de 46.000%.

De acordo com seu white papers, o SQUID se esgotou completamente em um segundo no dia de seu lançamento, 20 de outubro. Atualmente, a capitalização da criptomoeda está em algo em torno de US$ 240 milhões.

Os jogadores podem usar o SQUID em jogos inspirados em Round 6, série mais vista da história da Netflix com mais de 110 milhões de visualizações. Do total utilizado pelos usuários, 10% vão para os desenvolvedores da moeda, enquanto os 90% restantes são aplicados no pool de recompensas do game.

“Não fornecemos consequências mortais. Sua experiência consistirá na alegria de ganhar recompensas e na tristeza de perder dinheiro quando falhar no jogo”, diz, o white papers.

O SQUID entra na categoria conhecida como “memecoin”, que como o nome sugere, são criadas com base em algum meme. Os memecoins normalmente não possuem valor, mas ultimamente alguns desse ativos digitais têm se valorizado bastante, como a Dogecoin e o Shiba Inu. O Brasil também tem sua própria memecoin, chamada de Dilmacoin.

 

Fonte: Gizmodo/Vinicius Marques

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Balcão de Empregos de Chapecó tem 945 vagas

O Balcão de Municipal de Empregos de Chapecó tem 945 vagas disponíveis nesta semana, em ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.