domingo , 23 junho 2024
Home / Geral / Confira a situação dos jogadores entregues ao Departamento Médico
Foto: Tiago Meneghini/ACF

Confira a situação dos jogadores entregues ao Departamento Médico

A poucos dias para a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, confira a situação dos jogadores entregues ao Departamento Médico da Chapecoense. Atualmente, o Verdão possui seis jogadores em recuperação com a fisioterapia. Diego Fadeuille, coordenador do Departamento de Fisioterapia alviverde, atualizou a condição de cada um dos atletas.

Tiepo:

Conforme Diego, o goleiro está entrando em uma fase final de reabilitação, inclusive já iniciou trabalhos de campo com bola. “Nós, da fisioterapia, já fizemos trabalhos técnicos de goleiro com ele para que, provavelmente, nos próximos 10 a 15 dias ele comece a integrar alguns trabalhos com a preparação de goleiros e entre definitivamente no processo de transição final”, afirmou o coordenador. Tiepo foi submetido a cirurgia para reconstrução do tendão patelar do joelho esquerdo.

Foguinho:

O meia Foguinho sofreu um trauma no joelho direito na partida de ida das quartas de final do Campeonato Catarinense, diante do Concórdia. De acordo com Fadeuille, esse trauma acabou gerando uma pequena instabilidade na fíbula do atleta, o que não torna a lesão grave e nem extensa, mas demanda cuidados. “O atleta vem iniciando um processo de fortalecimento e ainda não possui nenhuma previsão específica de retorno aos treinamentos, mas está evoluindo bem e acredito que nos próximos 15 dias ele deve ter uma evolução ainda mais avançada nesse processo”.

Marcelo Santos:

O volante Marcelo Santos, titular em praticamente todos os jogos da Chapecoense até se contundir, sofreu uma lesão no músculo reto femoral da coxa esquerda. O fisioterapeuta afirma que o atleta também está em um processo final, ainda que apresente uma mínima limitação e um pouco de dor. “A tendência é que nesta semana ele evolua para mais trabalhos de campo com a preparação física”.

Betinho:

De acordo com Diego, Betinho é o jogador em estágio mais avançado de recuperação e nesta semana deve retornar aos trabalhos com o restante do grupo. “Ele já atingiu métricas de treino que a fisioterapia e a fisiologia estipulam para a liberação de um atleta”, afirmou. O volante havia sofrido uma lesão traumática na parte distal do músculo quadríceps da coxa direita.

Henrique:

O goleiro teve constatada uma fratura no osso escafóide, que demanda certos cuidados. Conforme o departamento, “hoje ele já não apresenta muitas limitações porque ele conseguiu se manter em atividade física enquanto ocorre essa consolidação óssea. Como dependemos muito da consolidação, nós ainda não podemos dar uma previsão de retorno em relação a ele”.

João Cesco:

O zagueiro rompeu o ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho direito e realizou um procedimento cirúrgico há aproximadamente 10 dias. De acordo com Diego Fadeuille, “é um caso que demanda tempo, ainda mais no caso dele, que é um atleta que passou por isso em outras três ocasiões”, finalizou o coordenador.

Fonte: Assessoria/ACF

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

A terceira edição do Projeto “Fios de Amor” está acontecendo em três escolas da Rede Municipal

Na tarde de ontem (10), no Grupo de Mulheres da comunidade Vila Mantelli, ocorreu a ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.