terça-feira , 28 novembro 2023
Home / Destaque / Comunidade da Linha Serrinha se mobiliza para preservação da igreja
Foto: Mapio

Comunidade da Linha Serrinha se mobiliza para preservação da igreja

Comunidade da Linha Serrinha se mobiliza para preservação da igreja

A Comunidade da Linha Serrinha tem se mobilizado para garantir a preservação de sua igreja. Construída em 1966, e inaugurada em 1967, a estrutura feita de madeira necessita de restauração. Devido a isso, em parceria com o Setor Museológico da Fundação Cultural de Chapecó, foi realizado um levantamento histórico sobre a importância da Capela de São João Batista como patrimônio cultural local.
O trabalho, realizado pela museóloga Alive Tavares e a técnica em museus Cristiane Cecchin, teve a finalidade de fazer um levantamento histórico preliminar a fim de subsidiar que os representantes da comunidade prossigam com as demais etapas da proposta que almeja a restauração da edificação, além de colocar a capela na rota turística municipal.
No último dia 10, na sede do Museu Histórico e Artístico de Chapecó (MHAC) e Museu Antonio Selistre de Campos (MASC), ocorreu a entrega deste documento a Volmir Luiz Santolin, representante da comunidade da Linha Serrinha, que agradeceu e elogiou o trabalho técnico feito pelas servidoras e garantiu que este documento contribuirá de forma significativa para a preservação do patrimônio arquitetônico da Capela de São João Batista. Além dele, esteve presente a presidente da Fundação Cultural de Chapecó Roselaine Vinhas e toda a equipe de trabalho MHAC e MASC.

Fonte: Assessoria/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Bairro Santa Maria recebeu mutirão de combate à dengue

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram no sábado (25) um mutirão de combate à ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.