segunda-feira , 15 abril 2024
Home / Economia / Chapecó teve crescimento de 42% na geração de empregos em 2021, comparado com 2020
Foto: Leandro Schmidt/PMC

Chapecó teve crescimento de 42% na geração de empregos em 2021, comparado com 2020

Chapecó teve um saldo positivo de 6.414 empregos gerados em 2021, o que representou um crescimento de 42,91% em relação aos 4.488 empregos gerados no ano anterior. De acordo com os dados divulgados nesta semana pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados e compilados pela secretaria de Desenvolvimento Econômico de Chapecó, o setor de serviços liderou a abertura de vagas, com saldo de 2.968. Depois veio a indústria, com 1.301, Comércio, com 1.113, Construção Civil, com 973 e, Agropecuária, com 59.

“Tivemos um saldo positivo onde o setor de serviços se destacou, com a abertura de novas empresas, a indústria, puxada principalmente pela agroindústria, manteve bons números, o comércio mostrou recuperação, mesmo num ano em que tivemos acirramento da pandemia. A construção civil segue aquecida. A expectativa é que em 2022, com os investimentos previstos, vamos gerar ainda mais empregos”, afirmou o diretor de Incentivo ao Empreendedorismo, Luiz Roberto Tillmann.

Recentemente o prefeito João Rodrigues anunciou R$ 686 milhões em investimentos, em novos parques, asfalto, novas escolas, pavilhões da Efapi, Elevado da Bandeira, unidades de saúde e infraestrutura, entre outros. Estes recursos vão movimentar a economia local e gerar mais empregos.

Chapecó tem 91.198 trabalhadores com carteira assinada, o que representa 40% da população. Com uma estimativa de 20% no mercado informal, 48% da população está no mercado de trabalho.

Em Santa Catarina é a 6ª cidade que mais gerou empregos, entre as cidades com mais de 100 mil habitantes.

 

Fonte: Assessória/PMC

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Retirada dos carnês de IPTU em Chapecó inicia em abril

A Secretaria de Fazenda de Chapecó reforça que neste ano a retirada dos carnês do ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.