terça-feira , 21 maio 2024
Home / Destaque / BRF Homenageia as Mulheres Rurais e Extensionistas
Extensionista Mayara da Luz (Médica Veterinária) Foto: Imprensa BRF

BRF Homenageia as Mulheres Rurais e Extensionistas

Dia Internacional da Mulher Rural, 15 de outubro, é celebrado desde 1995 – produtoras
já comandam 18,7% das propriedades rurais no Brasil

Uma das maiores companhias de alimentos do mundo, a BRF tem no campo a base de sua produção e, na última sexta-feira, dia 15, a empresa destaca um grupo especial de pessoas: as mulheres que trabalham nas granjas integradas e as extensionistas rurais. Em 1995 a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional da Mulher Rural para valorizar o trabalho realizado por elas, em uma atividade fundamental e que muitas vezes exige dedicação diária.

De acordo com o Censo Agropecuário do IBGE, a participação feminina na direção de propriedades rurais aumentou, entre 2006 e 2017, de 12,7% para 18,7% do total, com 946 mil mulheres nesta posição. Outras 817 mil participam da direção do estabelecimento de forma compartilhada. Na BRF, entre os mais de 9.500 produtores integrados na avicultura e na suinocultura, bons exemplos de comando feminino não faltam.

Maria Luiza Bonotto, proprietária da Granja Santo Antônio, localizada no município de Ibiraiaras (RS), coordena a produção de aves com foco em inovação, sustentabilidade e eficiência. Desde 2019, especialmente, a granja passou por grandes avanços.

Em 2016, a capacidade de alojamento era de 4,2 mil metros quadrados, com uma média de 47,6 mil aves. Atualmente são 5,4 mil metros quadrados e alojamento médio de 84 mil aves. Um sistema de climatização automatizado melhorou a conversão alimentar ao oferecer constância de temperatura e maior bem-estar ao frango.

“Com isto, em um ano, levando-se em conta a produção de seis lotes, o ganho representa cerca de 100 mil quilos a mais produzidos”, explica a produtora integrada da BRF.

Em abril deste ano, visando otimizar os custos de produção e a partir de estudos criteriosos, foi instalada na granja uma usina fotovoltaica, que fornece toda a energia necessária à propriedade – e o excedente gera crédito. A propriedade conta, ainda, com 12 hectares de reflorestamento de eucaliptos para demanda de aquecimento dos aviários.

Em Chapecó, Santa Catarina, a gerente de Agropecuária da BRF Maria Goretti Buzanello trabalha com 742 granjas integradas, com importante presença de mulheres. “No dia a dia de uma granja, de aves ou suínos, a força feminina é cada vez mais numerosa e relevante. Presentes em todos os elos da cadeia do agronegócio, as mulheres fazem sucesso na gestão dos negócios, administração e controle da produção agropecuária e extensão rural”, ressalta Maria Goretti.

Muitos dos conceitos aplicados pelas mulheres em granjas integradas da BRF saíram do curso “Mulheres a Campo”, mantido pela BRF em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que dá noções de gestão no campo e já formou 150 mulheres em Chapecó desde 2019. “São proprietárias, esposas, filhas. É nítido perceber a presença feminina na granja, na gestão do negócio, nos detalhes”, diz Maria Goretti.

Detalhes fazem a diferença no trabalho de Renati Bergmaier Wulff, que divide com o marido, Ademir Wullf, a gestão de sua granja de aves no interior de Toledo, no Oeste do Paraná. A propriedade tem sistema de painéis solares para produção de energia elétrica, composteira e roto acelerador, com capacidade de alojamento de mais de um milhão de aves por ano. Todos os lotes contam com a supervisão de Renati, que não descuida dos detalhes na limpeza, na organização e no atendimento às recomendações técnicas da BRF.

“Para mim, a mulher dá um toque especial à administração da granja, é receptiva às novas tecnologias, busca a superação, sempre concentrada na melhoria”, afirma Renati.

A extensionista Mayara da Luz concorda com Renati. Formada em Medicina Veterinária, Mayara já trabalhou nas unidades de Toledo e Dois Vizinhos (PR), e hoje está em Campos Novos (SC). Ela diz que sabia desde pequena que seria veterinária. Quando fez o primeiro estágio em suinocultura, descobriu que sua vocação estava no campo, na assistência técnica. “Sou realizada no que faço e procuro evoluir constantemente. As mulheres têm presença cada vez maior na atividade, trazem mudanças positivas. Entendo que a capacidade pessoal e profissional é mais relevante que qualquer gênero”, reforça Mayara.

Sobre a BRF

Uma das maiores empresas de alimentos do mundo, a BRF está presente em mais de 117 países. Seu propósito é oferecer alimentos de qualidade cada vez mais saborosos e práticos, para pessoas e seus pets em todo o mundo, por meio da gestão sustentável de uma cadeia viva, longa e complexa, que proporciona vida melhor a todos, do campo à mesa. Dona de marcas icônicas como Sadia, Perdigão e Qualy, a Companhia pauta suas ações nos compromissos fundamentais de segurança, qualidade e integridade. A empresa baseia sua estratégia em uma visão de longo prazo e visa gerar valor para seus mais de 100 mil colaboradores no mundo, mais de 350 mil clientes e aproximadamente 10 mil integrados no Brasil, todos os seus acionistas e para a sociedade.

divulgação: Imprensa – BRF

Sobre Daniella Schneider

Veja Também

Chapecó sedia o 2º Congresso Brasileiro de Tecnologia e Inovação em Saúde e Semanas de Enfermagem

Chapecó está no centro das atenções do setor de saúde ao sediar o 2º Congresso ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.